quarta-feira, março 07, 2007

Uma segunda vida inteira.

Ultimamente tenho ouvido e visto muito as pessoas falarem no tal do Second Life. Que aquilo é um novo paradigma na comunicação, uma nova forma ôntica de se relacionar com o mundo, um modelo de padrão semiótico semelhante a um espelho da vida e demais pastiches acadêmicos que dizem muito sem dizer coisa nenhuma.

O fato é que esse Second Life vem crescendo absurdamente nos últimos meses. Empresas vêm abrindo "escritórios" virtuais nessa segunda vida. Até a Petrobras já pensa em abrir sua filial por lá.

Então, eu fiquei pensando: O que um jogo, que na verdade não é jogo nenhum, tem de tão especial para que tanta gente fique interessada por ele? Baixei o programa no meu computador e não vi nada demais naquilo. Mas ainda não fiquei satisfeito. Second Life não parece ser como os MMORPGs comuns, embora ao mesmo tempo seja idêntico a eles. As pessoas entram naquele mundo para ser o que elas sempre quiseram ser da mesma forma que alguém entra num Warcraft para se sentir um guerreiro ou um mago. Porém Warcraft não está mobilizando tantas empresas grandes do mundo como Second Life.

Há quem diga que o que ele traz são mais possibilidades futuras. Uma vez que empresas reais criam suas versões virtuais, as possibilidades de interação passariam a ser infinitas. Pessoas poderiam até "viver" em tempo integral dentro daquele mundo, já que poderiam trabalhar e se divertir dentro do programa como se fosse realmente uma imitação da vida. Nisso a coisa se distancia dos jogos online comuns. A interação com um mundo totalmente mítico e irreal passa a dar lugar a uma espécie de para-realidade, um duplo do mundo existente com possibilidades ampliadas.

Desse ponto em diante começam as elucubrações acadêmias, as quais não estou muito afeito há algum tempo. Resta saber se Second Life é tudo isso que dizem ser ou apenas mais uma versão dessas bolhas da internet que de tempos em tempos aparecem e depois somem sem deixar rastros. Mas como dizem por aí, as possibilidades são infinitas.

2 comentários:

Daniel disse...

Eu arrisco "bolha"

Menina Crescida disse...

Entedi bulhufas...
Nem sei o que é "Second Life".
Como foi de festa hein?
Beijos.