quarta-feira, outubro 10, 2007

Puta nossa de cada dia.


Enfim chegou a Playboy de Mônica Veloso, a p... pensionista de Renan Calheiros. Falando sério, nunca vi um trabalho de Photoshop tão bem feito em toda a minha vida! O cara que fez isso devia ser canonizado!

Agora vamos para as piadas prontas e palhaçadas de praxe:

Corre no site da Folha de S. Paulo reportagem acerca da repercussão da publicação entre os senadores da casa. Entre as desculpas esfarrapadas de praxe a melhor de todas é a do líder do DEM na Câmara Onyx Lorenzoni - eita nome desgraçado! "Eu vi a revista. A jornalista Mônica Veloso está no direito dela de viabilizar recursos para sustentar a filha. Eu a respeito" falou sua excelência. Puta merda, como se uma mulher dessas precisasse de grana, pendurada no pescoço do Renan como está!

E o mais engraçado é que a revista vendeu que nem água lá. Só uma banca contabilizou 103 exemplares num só dia. Isso é que é interesse pela notícia! Enfim, entre desculpas esfarrapadas e edições de imagem ficou nossa mulher - nossa não, do Renan! - aparecendo em todas as manchetes de todos os jornais do pais.

Na Band, ou Rede TV, nunca sei mesmo onde o Cabrini está. O que interessa é que o cara estava entrevistando a dita e de repente deu a fazer perguntas sobre nosso nobre senador. A mulher ficou louca, quase jogou a cadeira na cabeça dele! Mas não é exposição que ela quer? Por que então se abriria toda numa revista masculina! Depois fica fazendo tipo de ofendida na televisão pra sei lá o quê. Talvez ganhar um pouco mais de tempo de fama.

E eu ainda quero arrumar um emprego nesses lugares. Devo ser maluco!

2 comentários:

Gabriela Iscariotes disse...

Pior que eu ainda vi matéria no Hoje em Dia (meu sogro assina essa merda, certamente pela parte do futebol) onde o operador de Photoshop da Playboy jura de pé junto que teve que trabalhar pouco e que a dona está mais que enxuta.

Mas numa coisa eles acertaram: perderam o timing da revista, deveria ter ido pras bancas quando o Renam ainda estava com a corda no pescoço.

Daniel Braga disse...

Quer arrumar emprego na televisão, ou Playboy?
Tou zoando! É só pra quebrar o gelo da crítica.

Olha, vi a entrevista com o Cabrini, e ficou incongruente a mulher ficar cheia de não me toques e tudo mais. Depois de se mostrar de forma tão desinibida, e tão bonita também, benza Deus, não colou aquela trancação de rabo do caralho que ela fez.