quarta-feira, junho 21, 2006

Brasil na Copa 2 - Tudo o que o Galvão não fala.

Em sua última entrevista ao Jornal Nacional antes do jogo de amanhã o técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira disse que não tem preocupação com o time que irá escalar contra o Japão.

Acho que nem foi isso que ele disse, mas foda-se. O cara anda num ata nem desata tão grande desde que saiu do Brasil com o time que ninguém sabe o que se passa na cabeça dele. O Galvão anda tentando descobrir, mas ele só pensa na barriga do Ronaldo e nos dentes do Ronaldinho Gaúcho. Quando muito, no Cafu. Melhor seria que ele se limitasse a narrar e o Falcão e o Casagrande falassem as suas besteiras sem ter que concordar com ele o tempo todo. Mas isso é sonho.

Mas pra falar a verdade, esse negócio de Copa tá é enchendo o saco. Como já disse uma vez por aí, eu gosto dessa época porque tenho desculpa para protelar uma porrada de coisas. Afinal, é a paixão nacional em jogo...

Voltando ao assunto, vai ser engraçado ver o Galvão se desdobrando para saber qual será o time a vir a campo. E no fim saberá que, muito provavelmte, só o Cafu saiu. Imagino o que ele começe assim a sua douta explanação: "O Cafu é um jogador importante, e não pode se arriscar com a correria dos japoneses" - acrescentando considerações batidas sobre os times asiáticos.

Até lá espero estar bêbado.

Um comentário:

Menina Crescida disse...

hahahahahahahahaha só vc mesmo pra me fazer rir agora...