segunda-feira, janeiro 08, 2007

Adeus música chata!

Enfim acabou o natal e o ano novo já vai envelhecendo. Logo, este velho nerd chato aqui volta para o seu batente - muito a contra gosto, é verdade.

Gostaria muito de dizer que fui a uma praia paradisíaca passar esses dias, cheia de belas moças simpáticas e cerveja bem gelada... Mas como ainda não aprendi a mentir direito(esta foi uma das minhas promessas de ano novo) falo a verdade. Não que as férias tenham sido um fracasso total. Olhando-se seu início, era possível imaginar grandes possibilidades. Logo nos primeiros dias enfurnei-me numa festa de formatura da turma de direito do meu primo.

A festa estava até legal, tirando o barulho ensurdecedor de funk e axébunda. Ante isso, fui obrigado a me embebedar a noite toda, pois só muito tonto para tolerar semelhante atentado à inteligência primária.

Então chegamos à praia propriamente dita. O paraíso tropical de Marataízes! Cheio de seus meninos catarrentos e escadalosos e molecas de treze anos que pensam que são mulheres maduras, embora não ajam como tal.

E tome mais funk e axé!!!

Dias e dias inteiros ouvindo isso acrescido de doses maciças de Cezar Menoti e Fabiano! Pra quem não conheçe os ditos, são a nova sensação da MPC(música pra corno brasileira). O disco inteiro tocado mais de uma vez todos os dias, em todos os lugares, por todo mundo. Sinceramente, desconfiei que algum extra-terrestre havia sugado o pouco de massa cinzenta que havia nas cabeças daquela gente...

Mas sobrevivi até o grande dia! Pois um dia, a despeito de tudo isso, houve uma apresentação da banda Pato Fu. E eu, certo de que teria meus ouvidos aliviados fui para a frente do palco alegre e celeremente. Até encontrei velhos colegas de faculdade, que pareciam totalmente perdidos ali. Pensei por um momento que iriam me perguntar se ali era a Praia do Morro ou coisa assim...

A banda começou e eu nem me importei com meus conterrâneos que mal sabiam do que se tratava a citada banda. Ficaram ali, fazendo cara de bobos enquando a Fernanda Takai e turma tocavam.

Contudo, eles foram embora e logo os carros de porta-malas gigantescos voltaram a tomar seu lugar com o fenômeno da MPC. Sorte que eu já estava para voltar para cá.

Agora vamos falar mal do Lula um pouquinho!

2 comentários:

Daniel disse...

Michelan, o sucesso desses caras não deve durar um ano, daqui a pouco aparecerá alguma outra coisa tosca, no nível de Tati Quebra-Barraco, Mc Leozinho, Armandinho e esses troços.

Daniel disse...

E cadê a lenha descida sem dó sobre os incautos? A ironia fina e mordaz contra os governantes do país? Hein? Hein?